segunda-feira, 14 de novembro de 2016

World of Winx 1x13: A Derrota da Rainha




Terminei a temporada na sexta (11/11). Fora o design, não gostei muito do spin-off.

Atualizado

Foi um bom episódio. Sem dúvida o melhor dessa parte/temporada.
O melhor do episódio foi a enorme batalha. Com certeza uma das melhores da história das Winx. Teve muitos vilões e todas as Winx tiveram seus momentos. Pena que ao final cinco foram derrotadas e tiveram que ser salvas pela Bloom, que derrotou a Rainha e salvou as amigas com um único golpe. Tudo bem que o ataque foi de surpresa e pelas costas, e ela só conseguiu efetuá-lo porque as Winx apareceram para combater os vilões deixando o Jim livre para libertá-la, mas o que importa é que ela venceu sozinha. Obviamente isso não apaga o brilho da batalha, mas a ofusca um pouco. É como se as demais Winx sempre lutassem em vão. Só Bloom consegue de fato resolver a situação.
Na minha opinião, Bloom até podia ter derrotado a Rainha sozinha, mas as outras Winx não deviam ter sido derrotadas por ela antes. Era só elas se defenderem melhor até que Bloom aparecesse. Não entendo porque os roteiristas não fizeram assim. Seria muito melhor...
Além de desnecessária, a derrota das Winx para a Rainha foi humilhante. Elas não tiveram êxito no ataque nem na defesa, sofrendo golpes fulminantes com a Chama do Dragão e com o sininho.
Sobre a Chama do Dragão roubada da Bloom, o enredo deu a entender que a Rainha ficou mais poderosa por causa dela. Com isso, tivemos o desprazer de ver como seria extremamente fácil para Bloom derrotar as demais cinco Winx se quisesse. Situação mais desagradável e desnecessária de se mostrar.
Sobre o sininho, achei ridículo e incoerente o fato dele atingir Musa da mesma forma que as outras. Ele não devia atingí-la ou no máximo fazer bem menos efeito nela. O fogo não atinge a Bloom, a luz não atinge a Stella... Então por que o som tem que atingir a Musa? Sei que mostraram algo parecido no MiniWorld Rainbow, mas era uma desarmonia e não o som em si. E já tivemos situações em que o som não a atingiu, como tem que ser. Lembro especialmente do canto de sereias atingindo algumas Winx e Musa as libertando na 4ª temporada. Isso sim fez sentido.
Não ficou claro se foi o ataque da Bloom ou a perda do sininho que fez com que os talentos fossem libertados, mas acho a segunda opção mais provável. Se for isso mesmo, a Rainha conseguia "roubá-los" graças ao sininho e agora ele está com o Jim. Não sabemos se ele passará a roubar os talentos. Espero que não. Pelo menos não com o mesmo objetivo idiota da Rainha.
O motivo para os raptos dos jovens talentos foi o pior possível. A sinopse informava que a Rainha estava capturando jovens especiais a fim de criar a sua própria corte de Garotos Perdidos, mas não foi nada disso. Ela simplesmente queria, literalmente,  os talentos dos jovens para si. Coisa mais sem graça! Seria muito mais interessante se ela quisesse algum tipo de poder que emanasse deles.
Entendo que seria tentador alguém sem talentos conseguir roubá-los dos outros, mas isso para meros humanos ou criaturas mágicas sem grandes habilidades ou poder. Não faz sentido uma fada tão poderosa perder tempo roubando coisas tão mundanas como habilidades de cantar e dançar. Sem falar que ela poderia conseguir tudo isso com magia. Não é possível que ela tenha poder para rejuvenescer e aumentar a força de alguém (Jim), mas não consiga dar a si mesma uma boa voz. rs
Falando nisso, Jim disse que ela não falava antes de roubar a voz da Annabelle. Só não ficou claro se ela não falava porque não podia ou não queria. Seja como for, acho estranho tantos vilões seguirem uma líder que não fala. Espero que expliquem isso melhor na segunda parte/temporada.
Outro detalhe que não fez sentido foi os talentos terem que ser raptados logo após serem descobertos ou realizarem seus sonhos e isso não ter sido necessário com a Bloom. Assim concluímos que a Rainha podia roubar o talento de qualquer um na hora que quisesse. Não precisava esperar o momento certo para raptá-los. Então isso foi só uma enrolação criada pelo enredo para fazer com que a busca das Winx coincidisse com a maioria das tentativas de raptos.
Gostei do "casaso da invisibilidade" do Jim. Inspiração total no Harry Potter! rs Isso explicou o fato das Winx não conseguirem capturá-lo nas ocasiões que o perseguiram, mas fiquei me perguntando porque ele não utilizou esse recurso nas vezes que esteve no apartamento da Annabelle.
Falando nela, Jim continuou afirmando que queria protegê-la. Achei que ele tinha inventado isso para ganhar a confiança da Bloom, mas ele manteve essa mesma versão para a Rainha. Talvez eles tenham algum grau de parentesco ou essa foi só uma desculpa que ele deu por ter traído a Rainha.
No final do episódio descobrimos que Jim usou Bloom (e as demais Winx) para derrotar a Rainha e tomar o poder. E tivemos a grande "revelação" de que ela é a lendária fada Tinker Bell e ele o temido Capitão Gancho (Hook).
Obviamente só quem não teve acesso à sinopse completa foi surpreendido com essas revelações. A grande maioria dos fãs sabia que a Rainha era Tinker Bell bem antes da estreia do spin-off e a real identidade do Jim estava estampada em suas roupas. Então os fãs mais atentos perceberam que ele era o Capitão Gancho antes do episódio final. Eu percebi no 11º. Mas a maioria deve ter percebido no momento em que ele usou um gancho para se libertar ou quando o Homem-Crocodilo o perseguiu. Para quem não sabe ou lembra, Peter Pan deu a mão do Capitão para um crocodilo, que passou a persegui-lo.
Fiquei com tanta raiva de ter descoberto a identidade do Jim antes do final por causa de um detalhe tão estúpido. Era a única "surpresa" que eu podia ter. Foi ridículo terem colocado a dica do gancho na roupa, mas nunca suspeitaria da real identidade dele se não tivesse lido uma sinopse que não foi divulgada pela Rainbow para os fãs. É isso que dá gostar tanto de spoilers... rs
Sobre o fim do reality WOW, achei engraçado não termos o vencedor, mas foi melhor assim. Os talentos são muito diferentes uns dos outros. Não acho competições assim justas. Talvez saibamos quem foi o vencedor na próxima parte/temporada, mas prefiro que isso fique em aberto. 
Esse foi o episódio mais bem dividido do spin-off até aqui. Todas as Winx tiveram um boa participação. Seria perfeito se metade dos episódios fossem assim.
Na próxima parte/temporada, que está prevista para estrear no 2º trimestre de 2017 (abr/jun), Jim (Hook) reunirá sua antiga tripulação e tentará conquistar Neverland, que deve estar sob domínio da Rainha Tinker Bell.


O spin-off foi como o esperado. Melhor que as três últimas temporadas de Winx Club, mas bem menos interessante do que prometia quando foi divulgado em 2014.
Na minha opinião não faz sentido criar um spin-off para manter o mesmo tipo de desenvolvimento e público alvo da série original. Lembro que o próprio Iginio informou que o público alvo seria mais velho, mas infelizmente ele se manteve o mesmo (5-10 anos). Logo, o design gráfico (tipo couture) foi a única mudança significativa. Só não sei se apenas isso justifica a existência de um spin-off.
Particularmente adorei o novo design, mas não gostei muito do enredo. Como nas últimas temporadas de Winx Club, é fraco, previsível e podia ter sido bem melhor desenvolvido. Além disso, teve as mesmas situações que sempre me incomodaram em Winx Club. Coisas mal explicadas, incoerências, foco excessivo na Bloom, exclusões... Tanto que esse enredo podia facilmente ser o da 8ª temporada.
Espero que a segunda parte/temporada seja bem melhor, mas acredito que a falta de originalidade será um problema. Não entendo porque a Rainbow resolver utilizar Tinker Bell, Hook e cia. As Winx já são muito conhecidas. Não precisava disso. Um spin-off com personagens originais seria infinitamente melhor.